Decoração

Monte um espaço pet com a cara do seu bichinho

Pensando em reformar ou construir a própria casa? Se você tem um animal de estimação, não deixe de fora o espaço pet! Esse será o local em que seu bichinho vai passar grande parte do tempo.

Urba
Postado em 13/10/2021 - Atualizado em 26 de outubro de 2021

Pensando em reformar ou construir a própria casa? Se você tem um animal de estimação, não deixe de fora o espaço pet! Esse será o local em que seu bichinho vai passar grande parte do tempo. A dúvida que pode surgir nesse momento é como planejar o ambiente para ser funcional e ter estilo.

Para que o animal se sinta acolhido no espaço pet, vale entender suas preferências e necessidades da fase em que se encontra. Filhotes exigem cuidados mais reforçados nos pés dos móveis ao redor, por exemplo, principalmente quando há a troca dos dentes. Já os mais idosos podem gostar de locais de descanso em diferentes pontos.

A seguir, veja como montar o espaço pet ideal para o seu amigo de quatro patas!

Pense no local ideal

O primeiro passo para ter um espaço pet ideal é escolher onde ele vai ficar. Para maior conforto, é importante que não haja muita circulação de pessoas e que não seja tão afastado do convívio familiar. Tenha atenção a aspectos como incidência do sol e abertura para ventilação, com o objetivo de manter um bom equilíbrio térmico.

Considere também o acesso a áreas externas, como os jardins. Por fim, avalie o tamanho do animalzinho, de modo que o espaço pet seja proporcional e confortável. Existem diversos ambientes de uma residência que podem servir:

  • na varanda coberta;
  • integrado à lavanderia;
  • na sala de estar;
  • em um dos quartos;
  • embaixo de escadas.

Por falar em escadas, é bom ficar de olho no comportamento do pet diante delas. Muitos têm medo ou receio de transitar nesse ambiente ou, pela empolgação, podem acabar se machucando. Uma boa alternativa é colocar portinhas para controlar a passagem.

Defina os itens que integrarão o cantinho pet

Os itens a seguir não podem ficar de fora do seu planejamento, combinado? Afinal, correspondem às necessidades básicas para manter o bem-estar do seu pet. Veja só!

Caminha

A caminha será o local de descanso do seu pet, por isso, deve ter tamanho suficiente para comportá-lo com conforto. Além disso, é importante que seja feita com materiais resistentes. Afinal, alguns bichinhos, principalmente quando filhotes, são mais travessos e gostam de destruir o que veem pela frente.

Outro aspecto que vale ser observado é a facilidade de higienização do material, pois otimizará sua rotina de limpeza e contribuirá para manter o espaço do seu bichinho sempre asseado.

Tapete higiênico

Dependendo do tamanho do espaço pet, esse item pode se integrar a ele. Porém, é importante ter em mente que seu bichinho muitas vezes não vai querer fazer as necessidades próximo ao local em que come e se hidrata. Se preciso, deixe o tapete higiênico em sacadas, na lavanderia ou em outro lugar de fácil acesso.

Comedouro e bebedouro

Esses são itens que não podem faltar! Para escolher os ideais, vá além de peças que combinem com a decoração. Pense nas necessidades dos bichinhos — por exemplo, animais de porte maior precisam de potes grandes e altos, de preferência, para melhor qualidade de suas alimentações.

Acessórios de higiene

Aqui, dá para incluir shampoo, perfume, desembaraçador de pelos, escovas e até o estoque de ração e tapetes higiênicos. Esses objetos devem ser armazenados em locais vedados, longe do sol e de possíveis "ataques de curiosidade". Podem ficar tanto no espaço pet quanto na dispensa da residência.

gato no espaço pet explorando uma trilha de obstáculos feita nas paredes

Inclua estrutura para brincadeiras

Seja qual for a idade, um pet feliz sempre gosta de brincar. É por isso que você deve planejar um ambiente com espaço suficiente para esses momentos. Após definir o espaço, lembre-se de retirar quaisquer fontes de riscos: proteja quinas pontiagudas e o acesso às escadas, por exemplo. Depois, é hora de incluir os brinquedos da preferência do animalzinho.

Gatos, principalmente, gostam de se desafiar nas alturas. Por isso, considere uma trilha de obstáculos feita nas paredes, de forma que possa transitar com segurança. Túneis também podem proporcionar muita diversão a alguns pets — e você pode integrá-los ao ambiente ou optar pelos modelos móveis feitos de nylon e materiais similares.

O enriquecimento ambiental é bem importante para o desenvolvimento dos bichinhos. Então, pense também em soluções divertidas para alimentação, como brinquedos que soltam os grãos aos poucos. São formas de tirar o tédio do pet, evitando que fiquem ansiosos e destruam móveis, parede ou qualquer objeto que encontram pela frente.

Dê um toque de personalidade

Por fim, não se esqueça de deixar o ambiente pet com a cara do seu bichinho. Para isso, além de separar os brinquedos de que ele mais gosta e com os quais vai se divertir, pense em adicionar fotos, quadros e objetos de decoração, de acordo com o tamanho do espaço.

Uma ideia é usar móveis funcionais que sirvam como decoração também. Bons exemplos disso são as caminhas em formato de toca ou cabana, comedouros em suporte de madeira e o porta-coleira com formatos de bichinho. Para evitar bagunça na hora da alimentação e hidratação, um tapete temático é uma boa aposta.

Pense no espaço externo

Espaço pet planejado com tudo que seu animalzinho precisa? Ainda está faltando algo muito importante: os passeios. São nesses momentos que ele pode explorar lugares e cheiros novos, se exercitar e, principalmente, fortalecer as relações com os tutores. Essa prática favorece tanto a saúde física quanto mental do seu amigo de quatro patas.

Com uma rotina que, muitas vezes, é corrida por conta do trabalho, o passeio deve ser um ritual da família. Nada melhor que a possibilidade de fazer isso em um residencial com pet place, concorda? Esse é um ambiente especialmente preparado para a diversão dos animais de estimação, que oferece diversos estímulos a eles.

Um bairro inteligente com espaço pet também oferece opções mais seguras de passeios na rua. Essa extensão da sua residência a torna ainda mais valiosa para cultivar bons momentos!

Ter um espaço pet funcional, dentro e fora de casa, é essencial para garantir maior qualidade de vida ao seu bichinho — e agora você sabe os principais elementos que deve considerar para organizá-lo!

Gostou das nossas dicas? Compartilhe o post em suas redes sociais e ajude seus amigos a criarem espaços pet de estilo também!

Posts Relacionados

Decoração de quarto de casal: veja quais ideias colocar em prática!

Urba
28/09/2021
leia agora

Decoração de cozinha pequena: 8 truques para ampliar a sua!

Urba
14/01/2021
leia agora

7 dicas para montar a decoração de sala de TV dos sonhos!

Urba
05/08/2020
leia agora
Whatsapp